Segundo Domingo da Páscoa (Domingo da Divina Misericórdia). Por Pe. Eder Claudio Celva

Ressuscitados! Ressuscitadas! Domingo passado celebrávamos a Páscoa da Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, elevando consigo toda a humanidade agora eternamente redimida e salva. Crer só é possível pela graça e pelos auxílios interiores do Espírito Santo, porque se trata da fé viva que envolve a totalidade do homem e transforma sua vida em “vida…

Terceiro Domingo do Advento, o Domingo da Alegria! Por Dom Orani João Tempesta

Porque a Igreja celebra o Domingo da Alegria no Advento? A liturgia da Igreja chama o Terceiro Domingo do Advento de o “Domingo da Alegria”, porque a antífona de entrada começa com o imperativo: “Alegrai-vos!”, e o texto da segunda leitura também inicia com o “Estai sempre alegres”. Como expressão dessa alegria, pode-se usar, no…

Cristo Sumo Sacerdote na Igreja interna do Seminário de Azambuja, parte 2. Por Pe. Eder Claudio Celva

(continuação da edição anterior) Referindo-se à nossa obra de arte, o próprio escultor afirmou: Cristo tem o dom da Palavra! Imaginei o Cristo caminhando pelo mundo e ensinando às multidões. Este mesmo modelo se aplica a nós na nossa missão sacerdotal, tanto na dimensão batismal como pelo sacramento da Ordem que os seminaristas se propõem…

Cristo Sumo Sacerdote. Igreja interna do Seminário de Azambuja. Por Pe. Eder Claudio Celva

No dia 05 de setembro de 1964, por ocasião da inauguração do Seminário Metropolitano Nossa Senhora de Lourdes, esteve no Seminário proferindo alocução especial o senhor Curt E. Teichmann, acompanhado de sua esposa, convidado pelo diretor espiritual dos seminaristas. Sua missão foi explicar sua obra de arte, o entalhe do Cristo da capela interna de…

Acolher o que Deus que “grita”. Por Pe. Eder Claudio Celva

Amigos e Irmãos! Refletindo sobre as pessoas da atualidade vejo que subjaz intensidade e liberdade. Para sermos intensos e livres precisamos de certo exercício, empenho e preparação continua para acolher o que Deus “grita” silenciosamente em nós. Sabemos que até para as coisas mais banais nos preparamos. O gosto de vida plena dependerá de como…