Criada em 07 de Março de 2009

Uma Celebração presidida pelo Arcebispo Dom Murilo Krieger, com a presença maciça de padres, diácono e fiéis da comunidade, marcou a elevação do Santuário Nossa Senhora de azambuja, em Brusque, à condição de Paróquia. A celebração foi realizada no dia 07 de março de 2009, às 19h. Seu primeiro pároco foi o Pe. Pedro Schlichting .

No dia 02 de fevereiro de 2016 foram empossados pelo Arcebispo Dom Wilson Tadeu Jönck o Pe. Iseldo Scherer como pároco e os padres Francisco de Assis Wloch e Eder Claudio Celva como vigários paroquiais.

Limites Territoriais

Sua área foi desmembrada das paróquias Santa Teresinha, São Luiz Gonzaga e São Judas Tadeu. Além do Santuário-Matriz, a paróquia conta com a capela do Cemitério Municipal Parque da Saudade, que pertencia à Paróquia São Luiz Gonzaga, e a igreja São Sebastião, do bairro Cedrinho, que pertencia à Paróquia Santa Catarina, de Dom Joaquim, mas já era atendida pelo Santuário há dois anos.

Em breve, duas outras comunidades devem ser criadas. Uma já está nascendo, na rua Nova Trento. O terreno já foi comprado, mas ainda não há igreja, e as celebrações acontecem na Gruta Santa Luzia. “Agora as celebrações serão mensais”, disse Pe. Pedro.

Outra comunidade que deve ser criada fica no bairro Paquetá. O trabalho ainda está no início. As celebrações acontecem nas casas, através dos Grupos Bíblicos em Família. Para breve pretende-se realizar campanhas para arrecadar fundos e adquirir um terreno.

A paróquia já conta com um bom número de Grupos Bíblicos em Família. Catequese e Dízimo já foram implantados para criar o espírito de paróquia. O trabalho social também já existe, mas ainda precisa constituir a Ação Social, com estatuto e diretoria.“Com a criação da paróquia, haverá uma melhor definição dos limites e melhor atendimento às famílias”, disse Pe. Pedro, o novo pároco, que acumulará as funções de reitor do Santuário e do Seminário, e Diretor do Museu. Ele contará com o auxílio do Pe. Gercino Atílio Piazza, formador do Seminário, e do Pe. Alvino Milani, reitor do Propedêutico, e do Pe. Nélio Roberto Schwanke, Diretor do Hospital Arquidiocesano e administrador da Fazenda Brilhante.